Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Cleiton Roque defende incentivos fiscais para produtores

Cleiton Roque defende incentivos fiscais para produtores

por Igor Cruz publicado 31/03/2015 19h55, última modificação 31/03/2015 19h55
Deputado afirma que produtos devem ser vendidos a um preço mais em conta nos supermercados...

 

Na tarde desta terça-feira (31), durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, o deputado Cleiton Roque (PSB) usou a tribuna para explanar sobre reuniões que participou nos últimos dias em Porto Velho. Dentre os compromissos, o parlamentar destacou a participação na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e na Comissão de Agropecuária e Política Rural, onde foram tratados assuntos de relevância para o crescimento da economia de Rondônia, como a questão da piscicultura.

Cleiton Roque disse ser preciso criar atrativos e melhorar os incentivos fiscais aos empresários e produtores de Rondônia, para que os produtos feitos aqui sejam vendidos no Estado e não exportados, como tem acontecido com frequência. Como exemplo citou o pescado, onde 70% da produção são fiscalizados em Manaus/AM. “Essa realidade começa a mudar com os frigoríficos daqui se preparando para industrializar e exportar o nosso peixe”, afirmou.

O parlamentar disse, ainda, que em Rondônia a produção do pescado é forte, tendo o município de Pimenta Bueno como pioneiro em piscicultura no Estado. Apesar disso, defendeu mais mecanismos de desenvolvimento para fortalecer a produtividade.

Lembrou a reunião que manteve na Secretaria de Administração do Estado junto com dezenas de empresário da industrialização do arroz, que também buscam incentivos fiscais para que o produto daqui seja vendido nas prateleiras de Rondônia, com um preço mais acessível ao consumidor.

Como exemplo citou o Governo do Mato Grosso, que subsidia o cultivo do arroz e os empresários de lá vendem os produtos em Rondônia. “Temos que acabar com isso. Nossos empresários precisam de ajuda do Governo, não só no cultivo do arroz, mas também no plantio da mandioca, feijão, café, frutas, hortaliças e leite”, acrescentou.

 

ALE/RO - DECOM - [Elaine Maia]

Foto: José Hilde

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Os comentários são moderados