Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Comissão de Finanças estende prazo para votação do PPA

Comissão de Finanças estende prazo para votação do PPA

por Igor_Cruz — publicado 29/09/2015 19h45, última modificação 29/09/2015 19h45
Parlamentares decidem atender reivindicação do deputado Aélcio da TV...

 

A Comissão de Finanças, Economia, Tributação e Orçamento adiou a votação do Plano Plurianual do Estado (PPA) previsto para acontecer na reunião da tarde desta terça-feira (29), no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

O relator do PPA, deputado Aélcio da TV (PP), explicou que, de acordo com o Regimento Interno da Casa, o Plano Plurianual precisa passar pelo gabinete dos 24 deputados antes de ser votado na comissão.

“A medida serve para a inclusão de emendas, caso seja de interesse de algum deputado, o que ficaria proibido se votássemos antes”, frisou o parlamentar.

O presidente da comissão, Cleiton Roque (PSB), em comum acordo com os demais parlamentares, Luizinho Goebel (PV) e Ribamar Araújo (PT) atendeu ao pedido do deputado Aélcio da TV e estendeu o prazo para a votação do PPA por mais 10 dias.

“É tempo suficiente para que possamos passar essa informação no Plenário e dar oportunidade para o conhecimento de todos os deputados”, disse Aélcio, afirmando que após o prazo ele dará o parecer do PPA, com ou sem emendas.

De acordo com a comissão, embora o prazo para a votação tenha sido prorrogado, hoje não seria o último dia para a votação do PPA. “Ainda estamos dentro do prazo”, salientou Aélcio.

Cleiton Roque informou que na reunião da próxima terça-feira (6) a comissão receberá o secretário de Estado de Finanças, Wagner Garcia de Freitas, para explanar sobre perspectivas, dados técnicos e projeções para 2016. “Precisamos estar informados sobre as articulações desse importante setor do governo do Estado”, concluiu Roque.

 

ALE/RO - DECOM - [Juliana Martins]

Foto: José Hilde

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.