Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Comissão de Saúde aprova Recomendação Legislativa ao governo

Comissão de Saúde aprova Recomendação Legislativa ao governo

por Igor_Cruz — publicado 26/11/2015 18h38, última modificação 26/11/2015 18h38
O compromisso foi baseado nas necessidades do Hospital Municipal Sandoval de Araújo Dantas, interditado esse ano por não apresentar condições para atender a população...

Na reunião da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, realizada na tarde desta quarta-feira (25), o presidente, Dr. Neidson (PTdoB), colocou em votação Recomendação Legislativa para que o governo do Estado cumpra o acordo firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) e o município de Jaru.

O compromisso foi baseado nas necessidades do Hospital Municipal Sandoval de Araújo Dantas, interditado esse ano por não apresentar condições para atender a população. O hospital, recentemente liberado para algumas atividades, deverá, segundo o acordo, receber força-tarefa para realizar a manutenção dos equipamentos e um anestesista.

De acordo com o deputado Ezequiel Júnior (PSDC), se cada parlamentar investir 25% de suas emendas para melhorar a saúde em seus municípios de base, muitos problemas seriam sanados. No entanto, disse que o apoio do Estado é indispensável.

“Existem filas intermináveis para cirurgias ortopédicas, catarata, hérnia, mas os municípios estão quebrados”, salientou o parlamentar.

De acordo com o deputado Só na Bença (PMDB), o secretário da Sesau, Williames Pimentel teria declarado que ninguém deveria esperar melhoras na área da saúde em 2016, afirmação que preocupou o parlamentar.

“Essa comissão vai estar unida e abraçar todos os planos voltados para atender a saúde pública do nosso Estado”, frisou Só Na Bença.

Ezequiel Júnior disse que a justificativa antecipada de piora na saúde do secretário de saúde não deve servir de desestímulo para a comissão e que o importante é não deixar a crise se alastrar. Segundo o deputado, existe um contingenciamento de R$ 2 milhões do governo federal para saúde de Rondônia.

“Mesmo assim, é preciso que o Estado faça a sua parte e busque medidas para melhorar a saúde, os meios estão aí, é preciso saber usar”, concluiu o deputado.

 

ALE/RO - DECOM - [Juliana Martins]

Foto: Ana Célia



FOTOS

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.