Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Comissão de Segurança emitirá relatório sobre denúncias na PM

Comissão de Segurança emitirá relatório sobre denúncias na PM

por Igor Cruz publicado 07/04/2015 19h36, última modificação 07/04/2015 19h36
Os relatórios serão elaborados e apresentados na próxima reunião...

 

A Comissão de Segurança Pública, composta pelos deputados Jesuíno Boiabad (PTdoB - presidente), Léo Moraes (PTB - vice-presidente), Dr. Neidson (PTdoB - membro) e Aécio da TV (PP – suplente), se reuniu nesta terça-feira (7) para ouvir policiais militares que foram convocados para prestar esclarecimentos sobre as denúncias apresentadas no último dia 31 de março, nº 001/CSP/2015, de ilegalidade em licenciamento da Polícia Militar de Jeferson Amorim Barros, e   nº 002/CSP/2015, de desligamento ilegal do curso de formação de Oficial da Polícia Militar de Francisco Renato dos Santos Gomes.

Na última semana os policiais foram convidados e não compareceram. Os relatórios serão elaborados e apresentados na próxima reunião. Foram convocados o tenente coronel PM Agleydson Rodrigues Cavalcante; o coordenador do Curso de Formação de Oficiais PM; o coordenador-adjunto do Curso de Formação, 1º tenente Pillippe Menezes; o chefe do Secons, tenente coronel Enedy Dias de Araújo, e o tenente Atevaldo Valentim dos Santos. Eles não compareceram mais uma vez.

De acordo com os parlamentares, os militares infringiram a Constituição Estadual e Federal. Os deputados deram prosseguimento à reunião e afirmaram que darão o parecer sem ouvir as partes, já que as mesmas não se fizeram presentes para sua defesa, e que medidas administrativas serão tomadas imediatamente. Tendo em vista o ocorrido, Jesuíno Boabaid afirmou que tal situação caracteriza um desrespeito ao regime militar, uma transgressão da disciplina e que o corrido será relatado ao Comando Geral da Polícia Militar.

O deputado Dr. Neidson é o relator da denúncia nº 001/CSP/2015, de ilegalidade em licenciamento da Polícia Militar de Jeferson Amorim Barros, e o deputado Léo Moraes é o relator da denúncia nº 002/CSP/2015, de desligamento ilegal do curso de formação de Oficial da Polícia Militar de Francisco Renato dos Santos Gomes.

 

ALE/RO - DECOM - [Liliane Oliveira/Colaborada: Estagiária Hosana Morais]

Foto: José Hilde

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Os comentários são moderados