Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Deputado Anderson Pereira elogia DER por serviços de recuperação de vias estaduais

Deputado Anderson Pereira elogia DER por serviços de recuperação de vias estaduais

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 14/03/2019 14h12, última modificação 14/03/2019 14h12
Parlamentar despachou várias indicações de serviços a serem executados em localidades diferentes

 

Durante a sessão ordinária realizada na manhã de quarta-feira (13), o deputado Anderson Pereira (PROS) agradeceu o diretor do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), Coronel Meireles, pelos serviços que o órgão vem executando nas rodovias estaduais. 

Anderson esteve com o gestor da pasta e despachou várias indicações de serviços a serem realizados em diferentes localidades, depois de ouvir o clamor da população. “Gosto de despachar junto ao gestor para dar seriedade e celeridade no serviço, mostrando que não se trata de uma promessa política, gosto de resolver, dar uma resposta positiva para quem nos procura e mostrar ao executivo que a população está necessitada”, disse o deputado. 

Entre os serviços solicitados está a recuperação da Estrada do Calcário, a RO-133, no Município de Espigão do Oeste, pois existe uma promessa de outros parlamentares de pavimentar pelo menos 10 km em asfalto. A região abriga uma mineradora, fazendas e outros empreendimentos que escoam pela via suas produções. Outro ponto cobrado pelo parlamentar são benfeitorias para a rodovia Lucia Tereza – RO- 387, trecho que compreende o município de Espigão do Oeste até o distrito do Pacarana, próximo ao estado do Mato Grosso, que ficou também sem um posto policial, sendo uma região de conflito agrário. Ambas as rodovias estão recebendo os devidos serviços e as máquinas do departamento estão trabalhando a todo vapor. “Atitude digna do meu elogio ao secretário” definiu Anderson. 

O deputado ainda lembrou, de melhorias que precisam ser executadas na RO-005, Estrada da Penal, trecho que inicia na Avenida Guaporé até o presidio Urso Branco, onde o trânsito é intenso com condução de detentos e locomoção de servidores para seus respectivos locais de trabalho, sem contar com o escoamento de produções.

Texto: Luiz Júnior

Foto: José Hilde

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.