Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Deputado Jesuíno faz denúncias sobre morte de PM em Rondônia

Deputado Jesuíno faz denúncias sobre morte de PM em Rondônia

por Igor Cruz publicado 06/02/2015 18h12, última modificação 06/02/2015 18h12
Após a visita e o apoio ao luto da família durante o velório do cabo Campos, a comitiva conversou com testemunhas...

 

Após a morte do cabo da Polícia Militar de Rondônia, S. Campos, que faleceu na última quarta-feira (4), vítima de dois disparos de arma de fogo, enquanto prestava serviço em uma diligência policial, o deputado estadual Jesuíno Boabaid (PTdoB) se deslocou com sua equipe até o município de Ariquemes, para verificar o contexto que levou à morte o servidor público militar.

Após a visita e o apoio ao luto da família durante o velório do cabo Campos, a comitiva conversou com testemunhas. Conforme informações de pessoas que estavam no hangar, a aeronave que poderia ter salvado a vida do policial, estava pronta para levantar voo, porém não realizou o resgate, pois o piloto do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, afirmou que estava com problemas psicológicos.

Outro piloto bombeiro se apresentou no local, porém, realizou uma série de exigências para levantar voo, como foto do local, coordenadas de voo, entre uma série de pedidos incompatíveis com a urgência da situação. Após a recusa dos pilotos bombeiros, um piloto da Polícia Militar foi até o local, porém devido a uma determinação do Comando do Corpo de Bombeiros, apenas pilotos da corporação podem assumir a aeronave.

Enquanto isso o PM atingido pelos disparos agonizava e recebia desesperadamente o socorro de equipe médica, que o mantinha vivo através de procedimentos especializados e até massagem cardíaca. De acordo com o apurado pelo deputado Jesuíno Boabaid, tudo leva a crer que houve omissão de socorro, uma vez que o policial alvejado por dois tiros permaneceu por mais de duas horas aguardando o resgate aéreo, que não aconteceu. 

“Uma situação como essa é inadmissível, pois, se um policial militar que trabalha diariamente com o perigo não pode contar com um atendimento emergencial de saúde, imagina o cidadão comum. Como legislador e fiscal do executivo vou buscar todas as informações necessárias para saber o motivo dessa omissão de socorro, para evitar que cenas como essa se repitam em nosso estado”, falou o deputado Jesuíno Boabaid.

Segundo o deputado, órgãos fiscalizadores como o Ministério Público do Estado de Rondônia, serão oficializados sobre o apurado pela sua comitiva, para que seja aberto procedimento investigativo que levem aos responsáveis pela falta de socorro ao militar. “Iremos até o final dessa história para descobrir o motivo real, por que a aeronave não levantou voo. A sociedade rondoniense precisa de uma resposta sobre essa irresponsabilidade que findou com a vida de um servidor militar que estava cumprindo sua árdua missão”, finalizou Jesuíno Boabaid.

 

ALE/RO - DECOM - [ Assessoria parlamentar ]

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Os comentários são moderados