Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Léo Moraes defende aprovação da PEC que atende delegados

Léo Moraes defende aprovação da PEC que atende delegados

por Igor Cruz publicado 08/04/2015 16h19, última modificação 08/04/2015 16h19
Deputado disse ter certeza de que o projeto será aprovado quando for votado em plenário...

 

O deputado Léo Moraes (PTB) usou a tribuna na Assembleia Legislativa e saiu em defesa da aprovação de Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de autoria do Poder Executivo que assegura direito à carreira jurídica aos delegados da Polícia Civil de Rondônia e altera critérios para o ingresso na carreira dos delegados da policia judiciária civil. A proposta foi apresentada durante sessão ordinária, mas teve pedido de vistas pelo deputado Ribamar Araújo (PT) para análise.

Léo Moraes destacou que a proposta visa reconhecer uma falha na história da categoria. Disse que 19 Estados no país já contam com a carreira jurídica regulamentada. “Essa correção nada mais é que um reconhecimento aos nossos valorosos delegados e isso não inclui impacto na folha do governo de Rondônia, apenas vamos fazer justiça.”

O deputado destacou, ainda, que o Poder Executivo não seria irresponsável em encaminhar mensagem para a Casa de Leis que gerasse impacto orçamentário. O país e Rondônia vivem um momento de colapso financeiro e a proposta visa reajustes apenas em 2017.

 

Apoio

Em aparte o deputado Lebrão (PTN) parabenizou Léo Moraes por defender o tema e afirmou que hoje não existe mais atrativo para que as pessoas sigam a carreira jurídica da Policia Civil e “nós precisamos reconhecer a excelência dessa atividade de delegado. É preciso melhorar e muito a qualidade de vida desses profissionais. Somente a partir de 2017 é que os reajustes serão implantados, não causando inchaço na folha da gestão atual. Votarei favorável em qualquer momento que o projeto entrar em pauta, bem como todas as classes de Rondônia”, destacou.

Laerte Gomes (PEN) afirmou que o projeto de tamanha importância merece a devida atenção. Acrescentou que na Comissão de Constituição e Justiça se posicionou a favor do projeto e assim seguirá no plenário. “Ser delegado é uma missão honrosa. Os profissionais daqui conduzem o Estado com perfeição. Acredito que todos deputados serão unânimes  na aprovação da propositura e reconhecimento do trabalho da categoria.”, afirmou.

A deputada Rosangela Donadon (PMDB) parabenizou Léo Moraes em tomar a frente de uma categoria de suma importância para Rondônia. “Essa matéria tem minha aprovação e votarei favorável pela aprovação”, disse.

Cleiton Roque (PSB) disse que Léo Moraes ganha destaque ao apoiar uma categoria tão importante para a sociedade que conseguiu essa credibilidade em todo Estado. Disse ser parceiro de propostas que visam reconhecer o trabalho de cada categoria, bem como a dos delegados.

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) disse que há 25 anos faz parte da luta sindical e não poderia deixar de destacar a importância de passo para os delegados. Sobre o pedido de vistas ao projeto, feito pelo deputado Ribamar Araújo (PT), afirmou que entende a solicitação e que acredita que apesar disso, a proposta será aprovada.

Aélcio da TV (PP) mencionou que foi procurado pela comissão de delegados e afirmou que já havia feito compromisso com o deputado Léo Moraes e assim será. “Votarei pela aprovação do projeto e pelo reconhecimento a categoria mais que importante para Rondônia”, explicou.

Adelino Follador (DEM) também parabenizou o parlamentar por ter levantado a bandeira em defesa da classe dos delegados. Destacou que a matéria não passou pelas comissões temáticas, pois os deputados entendem ser prioridade. “Tudo o que for de direito do servidor público será votado em regime de emergência e creio que não receberá nenhum voto contrário”, destacou.

O deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB) disse que o compromisso da Casa é aprovar o projeto, pois além de não onerar o orçamento do Governo vai reconhecer profissionais abnegados que lutam pela segurança da população.

O deputado Léo Moraes afirmou que a Assembleia Legislativa sempre manterá os debates e discussões saudáveis sobre todos os temas, especialmente da Polícia Civil. Lembrou o projeto do soldão, feito pelo então deputado Paulo Moraes, que saiu do parlamento e deixou a Polícia com o segundo melhor salario do pais.

“Vou defender com unhas e dentes a instituição Policia Civil, neste momento os delegados, que aceitaram a tratativas impostas e debatidas em reunião. Acredito na provação da PEC e na realização do sonho desses profissionais”, afirmou Léo Moraes.

 

ALE/RO - DECOM - [ Elaine Maia ]

Foto: José Hilde

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Os comentários são moderados