Aélcio da TV defende PDE sem texto de ideologia de gênero

por Igor_Cruz — publicado 30/06/2015 20h10, última modificação 30/06/2015 20h10
Parlamentar afirma que texto banido no Congresso representa uma afronta à família...

 

O deputado Aélcio da TV (PP) usou a tribuna na tarde desta terça-feira (30), durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, para tratar do Plano Estadual de Educação de Rondônia (PDE). Segundo ele, o Plano Nacional de Educação (PNE) que foi aprovado pelo Congresso Nacional teve retirado quatro artigos, que tratavam sobre a ideologia de gênero, que considera que o ser humano não tem sexo e isso só será definido quando a pessoa estiver adulta.

O parlamentar garante que esses textos ferem a honra da família do Brasil. Por conta disso, o deputado pediu ao Poder Executivo que também faça a retirada dos artigos que tratam sobre o mesmo tema do Plano Estadual de Educação, a exemplo de 19 Estados que fizeram a mesma coisa.

Em conversa com o governador Confúcio Moura (PMDB), Aélcio disse que teve a garantia da retirada desta proposta do plano. Na Casa de Leis conseguiu 19 assinaturas dos parlamentares e espera aprovação com as modificações.

O deputado disse acreditar que os pais e os professores têm o direito de educar as crianças e que a proposta, por exemplo, de ter um único banheiro para homens e mulheres nas escolas vai contra os princípios familiares, educacionais e religiosos.

 

Pesar

Ainda durante o discurso, Aélcio lamentou  a morte da mãe de um funcionário do seu gabinete e o falecimento do pastor Joaquim, de Ariquemes, vítima de um acidente automobilístico no Estado do Acre. O parlamentar destacou que ele foi um dos fundadores da Assembleia de Deus em Rondônia. Aélcio destacou o legado deixado pelo pastor Joaquim para a sociedade rondoniense, especialmente na vida do parlamentar. “Ele fez meu casamento e batizou minhas filhas e faz parte da minha história”, frisou.

 

Homenagem

Aélcio anunciou a apresentação do projeto de decreto legislativo (PDL) que dispõe sobre homenagem ao jornalista Sérgio Mello, “in memoriam”, com o título honorífico de Cidadão do Estado de Rondônia, como forma de prestigiar o profissional por sua atuação na comunicação de Rondônia.

 

ALE/RO - DECOM - [Elaine Maia]

Foto: José Hilde

registrado em: