Assembleia Legislativa homenageia Embrapa e Emater

por Igor_Cruz — publicado 03/09/2015 18h05, última modificação 03/09/2015 18h08
As duas instituições foram reconhecidas pelos bons serviços prestados ao Estado...

 

Atendendo solicitação do deputado Cleiton Roque (PSB), a Assembleia Legislativa realizou, na tarde desta quinta-feira (3), sessão solene em homenagem aos 44 anos da Empresa de Assistência Técnica de Extensão Rural (Emater). O parlamentar destacou os relevantes serviços prestados na área de assistência ao desenvolvimento rural sustentável e também os 40 anos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) pela inovação tecnológica focada na geração de conhecimento e agropecuária de Rondônia. As duas entidades também foram homenageadas com voto de louvor.

O deputado proponente, ao abrir a sessão, ressaltou a importância das duas entidades para a vida do pequeno produtor.  “Caso não existissem a Emater e a Embrapa, as famílias do campo não teriam condições de pagar pesquisas e buscar novas técnicas de cultivo”, afirmou Cleiton.

Ele reiterou que a homenagem é mais para os servidores que fazem com que os dois órgãos bem atendam Rondônia nos campos da pesquisa e da extensão rural. Enalteceu aos servidores da Emater e da Embrapa, que desempenham suas atividades no desenvolvimento agrícola de Rondônia. Citou o apoio de todos os deputados para a realização da homenagem e colocou a Assembleia Legislativa à disposição de todos servidores da Emater e da Embrapa.

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), parabenizou as direções da Embrapa e da Emater pelos relevantes serviços prestados a Rondônia. Maurão ressaltou a dedicação e o carinho dos servidores desses órgãos, que, com garra, fizeram e fazem o desenvolvimento do setor agropecuário do Estado.

Maurão de Carvalho citou a conversa com o presidente da Associação dos Servidores da Emater, Jurandir Pereira, quando tomou conhecimento das diversas linhas de ação desenvolvidas pelo órgão.

Diante disso, o presidente do Legislativo convidou Jurandir para percorrer vários órgãos da imprensa para divulgar o grande serviço que está sendo feito, até mesmo para que a população tome conhecimento de boas ações que estão sendo realizadas e que tornam Rondônia um Estado promissor, cada vez mais, para a agropecuária.

O parlamentar frisou que a responsabilidade de divulgar essas coisas boas é das autoridades, pois o povo acredita naqueles que estão à frente dos órgãos públicos. “Com a divulgação das boas ações, mais projetos serão implementados e o setor se fortalecerá ainda mais, garantindo um futuro para as futuras gerações”, afirmou.

Maurão finalizou dizendo que somará esforços para que o prédio atual da Emater não seja demolido. Segundo o presidente do Legislativo, o sentimento dos pioneiros da Emater é para que aquela construção permaneça servindo de sede para o órgão, pois vidas foram construídas e gerações passaram por aquelas paredes.

Já o secretário executivo da Emater, Luiz Gomes, fez uma retrospectiva da vida da Emater em Rondônia, citando vários servidores parceiros que ajudaram a elevar o nome da instituição. Agradeceu também a compreensão e coerência no trabalho do sindicato e da associação dos servidores, pois mesmo lutando pelos direitos dos trabalhadores do órgão nunca extrapolou os limites do bom senso, jamais prejudicando a Emater com ações desnecessárias.

Gomes citou que em 31 agosto de 1971 Rondônia ganhou a implantação da ACAR, primeira denominação da Emater. Em 1973, recebeu o título de entidade filantrópica, e, em 1976, passou a se chamar Aster. Finalmente, em 1984 passou a se chamar Emater-Rondônia.

Em 2013, por decisão do governo Confúcio, passou de associação sem fins lucrativos para empresa pública. E em janeiro de 2015, foi finalmente implantada como empresa pública estadual e toda a transição para essa condição já foi ultrapassada, não havendo mais nenhuma pendência para o desenvolvimento de suas ações nessa condição.

A empresa, segundo seu secretário executivo, conta hoje com um quadro de 1.129 empregados, sendo 459 extensionistas de campo, 135 extensionistas sociais que atuam nas comunidades rurais, 35 extensionistas de gestão, 374 empregados administrativos e de apoio, 17 jovens aprendizes, 43 com contrato de trabalho suspenso por dois anos e nove funcionários cedidos a outras instituições. A Emater está atuando nos 52 municípios do Estado e em diversos distritos e possui ainda um centro de treinamento em Ouro Preto do Oeste.

O presidente do Sindicato dos Empregados da Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Seater), Carlos Antônio Xavier destacou como importante a participação da Emater na história da agricultura de Rondônia, o que, segundo ele, faz com que todos os servidores se sintam, parte da história do crescimento e desenvolvimento do Estado.

“Agradeço ao deputado Cleiton Roque pela iniciativa e espero que possamos continuar contribuindo para a história da agricultura do nosso Estado por muito anos ainda”, declarou Xavier.

Emocionado com a homenagem, o presidente da Associação de Servidores da Emater, Jurandir Ferreira, agradeceu o convite feito pelo deputado Cleiton Roque e disse que os servidores da Emater permanecem firmes em suas atribuições. “E pretendemos dar continuidade aos nossos propósitos, que é o de ajudar os menos favorecidos na agricultura da nossa região”, disse Ferreira.

Vereador Sisnando, de Primavera de Rondônia, destacou que é servidor da Emater há dez anos. Disse que a homenagem se estende a todo Estado e que a empresa tem grande trabalho desenvolvido em Rondônia. “Desejo uma Emater forte, porque sendo forte a Emater é resultado de uma Rondônia forte”, afirmou.

O vice-presidente da Emater, José de Arimatéia, disse ser um orgulho grande por saber que Cleiton Roque já fez parte da Emater. Destacou o trabalho do presidente Luiz Gomes, bem como os parceiros. Ressaltou a parceria, em pesquisa e extensão, da Emater com a Embrapa. Assegurou que a Emater, a cada ano, aumenta a contribuição para com o Estado. Agradeceu a homenagem.

O chefe geral da Embrapa, César Augusto Teixeira, agradeceu ao deputado Cleiton Roque a homenagem dedicada à instituição e destacou a importância da parceria com a Emater. Segundo ele, o sucesso na história da Embrapa seria impossível sem o trabalho conjunto com a Emater. “É uma parceira irmã”, definiu.

César Augusto disse que muitas vezes os servidores não se dão contam do quanto se doam para as duas instituições e que a solenidade foi uma oportunidade para que pudessem perceber o quanto foram importantes para a construção de uma história de sucesso, que trás consigo o crescimento de Rondônia.

Segundo o chefe geral da Embrapa, Rondônia é um Estado agrícola e cada trabalhador que tem sua propriedade no campo deve ser reconhecido como empresário que também contribui com a história de sucesso das duas instituições. “As famílias do campo, nosso clientes diretos, também são merecedores desta homenagem”, concluiu César Augusto.

 

Voto de louvor

Os deputados Maurão de Carvalho e Cleiton Roque entregaram o voto de louvor a Luiz Gomes e José de Arimatéia, dirigentes da Emater Rondônia. Sendo que César Augusto Domingues Teixeira recebeu dos dois parlamentares o voto de louvor em reconhecimento aos bons serviços prestados pela Embrapa a Rondônia.

 

Embrapa

Em 10 de julho de 1975, surgiu um braço da Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em meio à Floresta Amazônica, especificamente, no município de Porto Velho, então pertencente ao Território Federal de Rondônia.

Com apenas dois anos de existência, a Embrapa colocava em prática uma política de descentralização. Para isso, criou unidades em diferentes partes do País, de Norte a Sul. A Embrapa Rondônia está comprometida com soluções tecnológicas para a agricultura da Amazônia, sempre pautadas nos critérios de sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Atualmente, a Embrapa está presente, estrategicamente, em cinco municípios do Estado com campos experimentais: Porto Velho, Machadinho do Oeste, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici e Vilhena. Além disso, a Embrapa possui laboratórios de alta tecnologia, em Porto Velho, e conta com uma equipe qualificada, sendo pesquisadores com formação de pós-doutorado, doutorado e mestrado e equipe de apoio à pesquisa.

 

Emater

A Emater é uma instituição com ações voltadas a projetos rurais, com ênfase na organização dos agricultores familiares, cujo objetivo é prestar serviços de qualidade, baseado no sistema produtivo sustentável, permitindo o crescimento econômico da pequena e média propriedade rural em harmonia com o meio ambiente.

Ao longo desses 44 anos, a empresa vem vencendo desafios e se adequando agilmente aos novos paradigmas, se fortalecendo através dos expressivos investimentos anuais na melhoria estrutural, seja no desenvolvimento dos talentos humanos ou na parte física e de equipamentos, na geração de informações e qualidade de vida dos agricultores familiares e suas organizações.

A Emater contribui de forma assistida, por intermédio de projetos de ação social e de cidadania e em parceria com pessoas e organizações públicas ou privadas, objetivando sempre o bem comum e desenvolvimento igualitário do Estado. A visão maior é assegurar o fortalecimento aos diversos setores produtivos que alavancam a economia e proporcionam geração de emprego e renda, dirimindo situações que obstruem o pleno crescimento estadual.

 

ALE/RO - DECOM - [ Carlos Neves, Elaine Maia, David Casseb e Juliana Martins]

Foto: José Hilde e Ana Célia



FOTOS

registrado em: ,