Audiência pública vai debater a doação de sangue em Rondônia

por Igor_Cruz — publicado 22/06/2015 16h05, última modificação 23/06/2015 11h43
De acordo com os parlamentares, trata-se de tema de suma importância e que abrange conhecimentos mais desenvolvidos sobre o emprego terapêutico...

 

Através de requerimento apresentado à mesa diretora da Assembleia Legislativa, os deputados Só na Bença (PMDB), Alex Redano (SD) e Dr. Neidson (PTdoB) solicitaram realização de audiência pública no dia 29 de junho, ás 15h, para debater sobre o fornecimento de hemocomponentes e hemoderivados em clínicas e hospitais de Rondônia.

De acordo com os parlamentares, trata-se de tema de suma importância e que abrange conhecimentos mais desenvolvidos sobre o emprego terapêutico do sangue, transfusão de seus componentes, de modo a compreender e debater a coleta, tipagem, fracionamento e armazenamento do sangue, assim como a cobrança de insumos e honorários à rede hospitalar privada.

Além disso, as autoridades se reportam a Constituição Federal de 1988, em seu Art. 199, parágrafo 4º, bem como a Lei 10.205/2001, que dispõe sobre a vedação de comercialização do sangue, seus componentes e derivados.

O processo para a preservação e transformação do plasma em hemoredivados, tem-se como desafio para a política de saúde pública que promove adequado e ético aproveitamento da matéria prima doada pela população.

Os deputados frisam também que a questão dos hemoderivados é sem dúvida uma indagação ética importante, na medida em que retribui à população o que por ela foi doado e permite uma melhor assistência hemoterápica aos pacientes, além de preservar valor econômico e significar um bem a diversidade humana.

 

ALE/RO - DECOM - [Elaine Maia]

Foto: José Hilde