Cacoal recebe R$ 400 mil do deputado Ezequiel Neiva para a compra de bueiros armcos

por Laila Luana Costa Moraes publicado 10/07/2020 11h37, última modificação 10/07/2020 11h37
Tubos em aço galvanizado vão substituir pontes de madeira em quatro linhas e um travessão na zona rural do município

O setor rural de Cacoal receberá nos próximos dias, investimento de R$ 400 mil em bueiros armcos (tubos em aço galvanizado). O recurso já destinado para a conta da prefeitura é de emenda do deputado Ezequiel Neiva (PTB). A compra do material está em processo final de licitação. Os tubos atenderão as linhas: LH 06; LH 07; LH 08; LH 10 e Travessão José.

Ezequiel Neiva atenta que os bueiros armcos solucionarão problemas históricos em algumas estradas na região de Cacoal. O deputado afirma que serão eliminadas pontes velhas de madeira, e também solucionados pontos críticos de alagamentos durante o inverno amazônico. Com este investimento de R$ 400 mil o deputado atende solicitações do ex-residente do DER em Cacoal, Paulo Aquino, e dos vereadores Valdecy Goleiro, Zebim Brison e vereador Mão, além do vereador Bal, de Ministro Andreazza, cidade vizinha à Cacoal, e que também será beneficiada com o investimento.

Neiva destacou a importância de investir na compra de tubos metálicos. “Quando as chuvas são fortes, as pontes são levadas. Às vezes não suportam o peso dos veículos. Os bueiros armcos garantem estradas melhores para o homem do campo transportar sua produção, e para que os ônibus escolares transitem com maior segurança”, observou o parlamentar, lembrando que os tubos em aço galvanizado têm durabilidade de aproximadamente 50 anos.

O deputado disse que conhece muito bem a região de Cacoal e Ministro Andreazza. Recordou que no período em que fora diretor-geral do DER (2016/2018), atendeu a região com a instalação de tubos armcos, recuperação das estradas com cortes de morros e eliminação de curvas perigosas. “O Paulo Aquino, o popular Paulinho, era o residente do DER em Cacoal. Hoje é nosso assessor na região. O Paulinho conhece cada palmo de Cacoal. Ele ajudou identificar todos os pontos críticos e as pontes velhas que serão eliminadas”, enfatizou Neiva.

Texto e foto: Assessoria