Chiquinho da Emater lamenta morte do ex-superintendente do Basa

por Laila Luana Costa Moraes publicado 27/05/2020 13h59, última modificação 27/05/2020 13h59
Deputado solicita vacinação contra gripe para trabalhadores do comércio

O deputado Chiquinho da Emater (PSB) lamentou nesta terça-feira (26), durante sessão ordinária, o falecimento de Wilson Evaristo, que era superintendente do Banco da Amazônia em Rondônia. O parlamentar fez um breve histórico do ex-dirigente do Basa, citando a importância dele para o fortalecimento do setor produtivo do Estado.Evaristo morreu no domingo (24), em acidente de moto, na BR-319 próximo a Porto Velho. O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), em aparte, também lastimou a morte de Wilson Evaristo, reforçando o discurso do deputado Chiquinho.

O orador também informou que encaminhou Requerimento, da autoria dele, para a Secretaria de Saúde, solicitando a urgente vacinação contra a gripe H1N1 das pessoas que trabalham no comércio e no setor industrial de Rondônia. Ele explicou que os trabalhadores acometidos de gripe comum, muitas vezes, são até evitados como se estivessem contraído o novo coronavírus.

Chiquinho da Emater falou ainda sobre as penalizações que os madeireiros vêm sofrendo com a decisão da juíza Jaiza Maria Pinto Fraxe, que determinou aos órgãos federais intensa fiscalização para conter, segundo ela, desmatamentos na Amazônia. De acordo com Chiquinho, o setor madeireiro está sendo perseguido de forma generalizada e não sendo simplesmente fiscalizado como deveria normalmente ocorrer.

O parlamentar disse ainda que espera que a Assembleia Legislativa aprove o Plano de Cargos e Salários dos servidores da Sedam. Ele informou que a pasta vem perdendo técnicos competentes, pois, conforme apurou, é justamente na Sedam que são pagos os mais baixos salários da estrutura governamental.

Texto: Antônio Pessoa-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO