Comissão de Agropecuária distribui projeto e debate pauta do bezerro

por Igor_Cruz — publicado 15/08/2016 16h14, última modificação 15/08/2016 16h14
Deputados pedirão explicações sobre o baixo preço pago pelo leite no Estado...


O presidente da Comissão de Agropecuária e Política Rural (CAPR), Lazinho da Fetagro (PT), distribui projeto para análise e parecer. A reunião contou com a presença dos deputados Adelino Follador (DEM) e Ribamar Araújo (PR).

O Projeto de Lei nº 400/16, de autoria do deputado Alex Redano (PRB), que acrescenta dispositivos à Lei 1758/2007, contou com parecer favorável do deputado Ribamar Araújo (PR).

Com isso, os frigoríficos e matadouros em atividade no Estado ficam obrigados a disponibilizar, no momento da pesagem da compra de animais, um monitor de visualização conectado diretamente a balança do frigorífico em tempo real.

A balança é para uso exclusivo dos pecuaristas ou vendedores, que acompanharão a aferição do peso dos animais in loco, antes dessa pesagem ser enviada aos computadores dos frigoríficos.

O deputado Adelino Follador também se referiu ao preço da carne em Rondônia. “É preciso valorizar o valor do bezerro, pois o pequeno agricultor depende desta renda”, destacou. Para ele, quem ganha dinheiro com a engorda do boi são os grandes pecuaristas.

Sobre o preço do litro do leite pago ao produtor, disse que, comparando com o que é pago ao produtor no Rio Grande do Sul, em Rondônia a diferença é enorme. “Enquanto que lá se paga em torno de R$ 1,60, aqui continua em torno de R$ 0,90”, citou.

Lazinho disse que a diretoria da Fetagro está formulando uma denúncia da cartelização do leite em Rondônia para encaminhar à Assembleia através da Comissão. “Assim que a denúncia chegar, vamos analisar os procedimentos a serem tomados”, afirmou.

 

ALE/RO - DECOM - [Geovani Berno]

Foto: José Hilde



FOTOS