Comissão de Agropecuária recebe relatório da Embrapa e da SFA

por Igor_Cruz — publicado 03/09/2015 16h19, última modificação 03/09/2015 16h19
Deputados defendem apoio ao setor agropecuária, para aumentar a produção do Estado...

 

A Comissão de Agropecuária e Política Local, presidida pelo deputado Lazinho da Fetagro (PT), recebeu para reunião no Plenário da Assembleia Legislativa, o superintendente federal da Agricultura, José Valterlins, e o chefe-geral da Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa), César Augusto Teixeira.

Relatórios de gestão apontando dados e índices referentes à estrutura administrativa, técnica, ações, planejamento e deficiências tanto da Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Rondônia (SFA) quanto da Embrapa foram apresentadas durante a reunião, que aconteceu a convite de Lazinho da Fetagro.

O superintendente da SFA, José Valterlins, destacou que o órgão vem intensificando e buscando melhorias dos serviços prestados à sociedade através de parcerias, convênios, acordos de cooperação, doações e contratos de repasses para a realização de feiras agropecuárias, mercados municipais, aquisição de tanques de resfriamento e patrulhas mecanizadas rurais, entre outras.

Entre os aspectos negativos enfrentados pela SFA, a falta de servidores administrativos para atividades de apoio operacional foi apontada com a principal deficiência do órgão atualmente. Segundo o levantamento apresentado, hoje a SFA conta com 28 profissionais, sendo o número ideal para atender a demanda do órgão, de 62 servidores.

Segundo a explanação da SFA, para o desenvolvimento das diversas atividades da administração em geral e de execução orçamentária e financeira dos recursos alocados à superintendência, seria necessária uma equipe de apoio administrativo em qualidade e quantidade.

Em sua apresentação, o chefe-geral da Embrapa, César Augusto Teixeira, destacou Rondônia no contexto da agricultura brasileira e fez uma analogia com o setor petrolífero no país. Segundo ele, Rondônia é detentor de uma das maiores áreas em exploração cultivadas no mundo e a maior reserva natural para a produção de alimentos e outros produtos relacionados.

Porém, o chefe da Embrapa apontou três desafios que o Estado precisaria enfrentar para a garantia do bom aproveitamento dos recursos naturais existentes em Rondônia, citando produção, qualidade e sustentabilidade.

César Augusto demonstrou em gráficos o ICMS dos principais produtos do Estado onde o cultivo do café, a extração de madeira e a pecuária ficaram com os três primeiros lugares respectivamente. “Rondônia é um Estado agrícola”, afirmou o chefe da Embrapa.

Membro da comissão e também presente na reunião, o deputado Adelino Follador (DEM) parabenizou Lazinho pela iniciativa e lamentou a falta de participação dos demais parlamentares da Casa.

“Hoje nos foram passados dados muito importantes, tomamos conhecimentos de muita coisa que nos ajudará a buscar mais ações para o desenvolvimento das principais economias de Rondônia”, disse Follador.

Lazinho da Fetagro disse acreditar que, com mais apoio e incentivo dos governos estadual e federal, é possível contemplar os principais modelos de produção do Estado e tornar Rondônia exemplo para o mundo.

Segundo ele, o material apresentado contribuirá para a Assembleia apoiar os espaços de produção e apresentar ao governo do Estado proposições relacionadas às informações repassadas pela Embrapa e SFA. “Eu duvido que vá ter outro Estado mais rico do que o nosso em se tratando de produção”, concluiu Lazinho da Fetagro.

 

ALE/RO - DECOM - [ Juliana Martins ]

Foto: Ana Célia

 

FOTOS