Comissão de Educação quer secretária em reunião na Assembleia Legislativa

por Igor_Cruz — publicado 30/03/2016 15h59, última modificação 30/03/2016 15h59
Parlamentares cobram explicações sobre gratificação em caso de ensino a distância...


A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, reunida no Plenarinho na manhã desta quarta-feira, decidiu convocar a secretária de Estado da Educação, Fátima Gaviolli, para a reunião da próxima quarta-feira (6), às 8h.

A proposta de convocação, apresentada pela presidente da comissão, Lúcia Tereza (PP), é resultado das declarações da deputada Rosângela Donadon (PMDB). A peemedebista reclamou da falta de estrutura para equipes de ensino a distância.

Rosângela Donadon cobrou valorização dos professores que lecionam em áreas indígenas. A parlamentar afirmou que o governo do Estado precisa dar condições para que os profissionais da Educação possam trabalhar.

Lúcia Tereza disse também ser necessário pedir explicações sobre o pagamento de insalubridade e periculosidade para professores que lecionam em presídios. A parlamentar lembrou que essa cobrança já foi feita diversas vezes.

O deputado Adelino Follador (DEM) disse ter visto a situação dos professores que lecionam para presidiários. “Se aquela situação não é de insalubridade e periculosidade, nem sei mais o que é perigoso e insalubre”, acrescentou.

“A secretária de Educação nos informou que o pagamento dos adicionais não é função da Seduc, e sim da Secretaria de Estado de Gestão Pública, a Segep. Vamos pedir uma resposta em um prazo de cinco dias”, disse Lúcia Tereza. A proposta foi aprovada por unanimidade.

O deputado Aélcio da TV (PP) também participou da reunião.


ALE/RO - DECOM - [Nilton Salina]

Foto: José Hilde



FOTOS