Comissão debate questão de segurança e aumento de efetivo nos presídios

por Igor_Cruz — publicado 21/11/2017 14h26, última modificação 21/11/2017 14h26

 


A Comissão de Segurança Pública (CSP), presidida pelo deputado Jesuíno Boabaid (PMN), em reunião na manhã desta terça-feira (21), no Plenarinho da Assembleia Legislativa, debateu questões referentes à segurança nos presídios e aumento de efetivo nas unidades.

O deputado Anderson do Singeperon (PV) ressaltou que mais uma vez agentes penitenciários evitaram novo massacre na colônia penal agrícola em Porto Velho, conseguindo separar uma briga entre duas facções.

Os agentes penitenciários foram rápidos e chamaram o Gape, que realizou revistas nas celas, encontrando farto armamento em forma de “chuchos”, informou Anderson, acrescentando que chegou a ser registrada uma morte no presídio e duas na cidade, em confrontos de facções.

O parlamentar pediu a revisão da questão dos efetivos nos presídios, pois são quase 600 presos e com 8 agentes, que desta vez conseguiram evitar um massacre, devido à influência do pessoal da inteligência, destacou Anderson, demonstrando preocupação, especialmente com a chegada do final de ano. “A sociedade está amedrontada”, salientou.

O deputado Jesuíno questionou os motivos pelos quais Rondônia não aplica leis diferenciadas no cumprimento da pena, pois, para ele, o sistema tem de ser mais rigoroso, pois caso contrário “continuaremos à mercê da bandidagem”.

Anderson finalizou reafirmando que a sociedade está cansada. “É preciso enrijecer as leis. Ainda bem que temos uma Polícia muito boa aqui no Estado, que prende”, citou, lamentando que ao sair de serviço o policial já encontra o bandido solto nas ruas, liberado na audiência de custódia.

Também participou da reunião o deputado Dr. Neidson (PMN).

 

ALE/RO - DECOM - Geovani Berno
Foto: Lusângela França


FOTOS

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.