Críticas generalizadas contra a Eletrobrás

por Igor_Cruz — publicado 22/09/2015 20h12, última modificação 22/09/2015 20h12
Para o deputado Jesuíno o tema é bastante polêmico, mas deve ser apurado...

 

A série de apagões de energia elétrica no Estado de Rondônia, foi o tema central de críticas por parte de vários parlamentares, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (22). O deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB) durante pronunciamento anunciou a apresentação de um requerimento para formalização de uma Comissão Temporária Especial para investigar estas ocorrências.

Antes da formalização desta comissão, a Assembleia Legislativa deverá ouvir na próxima terça-feira (29), às 15h, depoimentos de autoridades, dentre estas, a direção da Eletrobras, procurador da Agência Nacional e Energia Elétrica, operador do sistema.

Para o deputado Jesuíno o tema é bastante polêmico, mas deve ser apurado se estes apagões estão ocorrendo simplesmente para não deixar o Sudeste sem energia elétrica.

 

Reação

Em aparte (rápida intervenção durante pronunciamento), o deputado Alex Redado (SD), disse defender a criação de um movimento junto a bancada federal, para resolver esta questão e cobrar explicações.

A deputada Lúcia Tereza (PP) lamentou que a Eletrobrás não tenha dado importância para com o clamor dos rondonienses. ”Tem que ser levado em consideração os prejuízos acarretados a população do Estado. Esta faltando respeito”, afirmou.

O deputado Aélcio da TV (PP) criticou os constantes cortes no fornecimento de energia elétrica e o jogo de empurra-empurra. “A responsabilidade pelos cortes é do governo federal, não importa se a culpa é da Eletrobrás ou da Eletronorte. O pior é que estamos produzindo energia para todo o país”, declarou.

Na continuidade, o deputado Lazinho da Fetagro (PT) acrescentou que a responsabilidade de qualquer forma é do governo federal. Ele propôs reunir os parlamentos da região Amazônica, junto com as respectivas bancadas federais, para fazer uma pressão forte em nível de governo. “A Amazônia só é usada para exploração”, observou.

Na seqüência o deputado Cleiton Roque (PSB) declarou: “quero manifestar minha insatisfação. Rondônia é um estado estratégico para o governo federal, mas está ficando aqui só o prejuízo. O Estado está sendo penalizado”.

Também em aparte, o deputado Adelino Follador (DEM) lembrou que o corte de energia acaba afetando inclusive o fornecimento de água. Ao final, o presidente da ALE, deputado Maurão de Carvalho (PP), informou que já estão sendo mantidos os contatos para que todos os operadores de energia elétrica estejam na próxima semana na Assembleia Legislativa para prestarem esclarecimento.

 

ALE/RO - DECOM - [Paulo Ayres]

Foto: José Hilde