Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Deputado Anderson Pereira lamenta morte de professora Joselita Félix e quer mais rigor da lei nesses casos

Deputado Anderson Pereira lamenta morte de professora Joselita Félix e quer mais rigor da lei nesses casos

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 19/03/2019 18h57, última modificação 19/03/2019 18h57
Ele explicou que a penalização branda acaba deixando os criminosos livres

 

O presidente da Comissão de Segurança Pública, Anderson Pereira (PROS), lamentou profundamente o feminicídio contra a professora Joselita Félix, assassinada pelo ex-marido. 

Em discurso, o parlamentar disse que o Governo tem que tomar medidas para combater esses tipos de crimes e a Polícia, criar mecanismos para atuar contra os autores, uma vez que o acusado de assassinar a professora, havia sido detido dias antes e anunciou que sairia da cadeia para cometer o crime. 

Anderson destacou também que é a favor da atuação da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e a Família (DEAM), durante 24 horas e que o Estado, juntamente com a Secretaria de Segurança Defesa e Cidadania (Sedesc), faça a implantação do botão de pânico, interligado ao Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP), para que mulheres vítimas de agressões dos companheiros acionem quando sentirem ameaçadas. 

"Tem que haver mais rigor por parte da Lei, esse tipo de penalização branda acaba deixando o meliante livre para atuar", finalizou o deputado.

Texto: Luiz Júnior

Foto: Diego Queiroz

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.