Deputado Anderson questiona Governo sobre tratamento de pacientes de hemodiálise em meio à pandemia

por Laila Luana Costa Moraes publicado 16/06/2020 09h54, última modificação 16/06/2020 09h54
Parlamentar requereu informações à Sesau sobre os procedimentos para cuidar dos pacientes renais

Preocupado com tratamento clínico de centenas de pacientes acometido por diferentes patologias, principalmente os que necessitam de hemodiálise, o deputado estadual Anderson Pereira (PROS), encaminhou ofício ao Governo do Estado de Rondônia com cópia para Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), questionando como estão sendo realizados os devidos acompanhamentos em meio ao período de pandemia da COVID19 – novo Coronavírus.

Segundo deputado Anderson, os pacientes que fazem parte do grupo de risco não podem interromper os tratamentos e tendo em vista os hospitais e ambulatórios terem se preparados para a nova rotina de pacientes da COVID19, o risco de contaminação é muito grande, causando certas dificuldades para continuarem os tratamentos e realizarem exames.

O parlamentar aponta, que a população em geral está deixando de procurar os serviços de emergência por medo de contaminação do Coronavirus, entretanto, pacientes com doenças graves como: câncer e outras devem manter seus tratamentos, mas não se sentem seguros.

Anderson Pereira destaca que o Estado precisa adotar medidas urgentes para que os tratamentos não sejam interrompidos, pois podem causar problemas bem maiores, como até mesmo custar vidas. A exemplo, são os mais de 130 mil pacientes em todo Brasil, que fazem hemodiálise e precisam se deslocar pelo menos três vezes por semana para uma clínica e realizar o tratamento, caso contrário podem desenvolver complicações muito grave.

Texto: Assessoria

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO