Deputados da CEC discutem novas técnicas na educação

por Igor_Cruz — publicado 08/06/2016 11h16, última modificação 08/06/2016 11h16
Membro da comissão esteve em evento nacional e apresentou resultados


A Comissão de Educação e Cultura (CEC), presidida pela deputada Lúcia Tereza (PP), esteve reunida na manhã desta quarta-feira (8), no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Os membros ouviram relato do representante da comissão em evento nacional e a questão da mediação tecnológica que o Estado quer implantar nas escolas distantes de grandes centros.

Representando a CEC em evento nacional, o servidor Kazunari Nakashima Junior apresentou um relato sobre o encontro nacional na área da educação. Segundo Kazunari foi discutida a base nacional da educação.

Outro tema levantado no encontro foi a preocupação com a inserção de novos conteúdos na grade por parte de legisladores estaduais, como educação no trânsito, Libras entre outros.

Kazunari falou que após a inserção de todos os conteúdos o mesmo será levado para votação no Conselho Nacional de Educação.

A deputada Lúcia Tereza ressaltou a importância em se ter conteúdos comuns para todo o país como português e matemática, mas acha interessante a inserção de novos conteúdos.

O deputado Lazinho da Fetagro (PT), membro convidado falou da importância da educação e em especial do investimento na área rural citando como exemplo no Estado, a Escola Abaitará e convidou para audiência pública que será realizada no dia 23, às 9h, sobre a mediação tecnológica em áreas de difícil acesso.

Sobre a falta de recursos para a área Lazinho disse que é só retirar os benefícios concedidos aos frigoríficos estaduais, que acabam por prejudicar o produtor em Rondônia, que dariam em torno de R$ 60 milhões e que poderiam ser utilizados na educação e no setor produtivo.

A educação tem de ser feita no corpo a corpo, de forma mais ampla, afirmou Lúcia Tereza. “É preciso motivar os servidores, especialmente da educação básica. Educação se faz com dinheiro, mas também com muito amor, e esta característica está ficando longe do ser humano”.

Adelino Follador (DEM) afirmou que a falta de respeito na sala de aula tem afastado muitos professores do convívio com os alunos. Relatou as dificuldades enfrentadas para estudar em seu tempo de escola, e que apesar da modernidade ainda se encontra muitos obstáculos para se conseguir estudar, especialmente em Rondônia devido a grandes distâncias.

Aélcio da TV (PP) elogiou o Prouni como o melhor programa na área de educação e os estados precisam criar programas semelhantes.

Rosângela Donadon (PMDB) afirmou que na região de Vilhena teve uma escola que iniciou a aula somente semana passada com o compromisso da Seduc em conseguir os professores, mas que no próximo ano as aulas se darão através de mediação tecnológica.


Matéria

Foi distribuída para relatoria do deputado Adelino Follador, projeto de autoria do deputado Laerte Gomes (PSDB) que concede Medalha do Mérito Legislativo ao 2º Ten. PM, subcomandante da 36ª CIPM, Alexandre Fernandes de Castro.

 

ALE/RO - DECOM - [Geovani Berno]

Foto: Ana Célia



FOTOS