Geraldo da Rondônia cobra soluções para diminuir mortes pelo coronavírus em Ariquemes

por Ana Carolina Custódio publicado 26/08/2020 08h14, última modificação 26/08/2020 08h14
Parlamentar pede esclarecimentos sobre o que está sendo feito com o dinheiro público

O alto índice de mortes por coronavírus em Ariquemes, que figura entre as cidades com maior incidência de óbitos pela doença em Rondônia, levou o deputado Geraldo da Rondônia (PSC) a fazer um discurso inflamado na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (25). Da tribuna, durante sessão ordinária, ele cobrou esclarecimentos e mudança de conduta das autoridades do município no enfrentamento à pandemia.

Para o deputado, a população teme em contrair a doença e ser internada na rede pública hospitalar. “O que vem causando tantas mortes?”- indagou o deputado, acrescentando outro questionamento: “E o que vem sendo feito para evitar esses óbitos?”

O parlamentar isenta os profissionais de saúde e o comércio de responsabilidades, pois, segundo ele, a classe empresarial tem tomado todas as precauções, evitando aglomerações nas lojas e atendendo dentro dos princípios sanitários estabelecidos, e os médico fazem o que podem dentro de um sistema precário.

Ele frisou que o governo do presidente Jair Bolsonaro também vem cumprindo o seu papel, distribuindo verbas federais satisfatórias para combater a propagação do novo coronavírus. O problema, segundo ele, está na má utilização dos recursos pela prefeitura.

O orador também solicitou à secretaria estadual de Saúde o envio de psicólogos para Ariquemes. Conforme afirmou, as pessoas, quando recebem a notícia que estão infectadas, entram em pânico com medo de morrer. Os profissionais, no entendimento de Geraldo, vão ajudar a amenizar esse trauma.  

Texto: Antônio Pessoa-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO