Jair Montes afirma que os gestores precisam se preocupar mais com o ser humano

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 30/10/2019 14h13, última modificação 30/10/2019 14h13
Para o parlamentar, a preocupação não pode ser somente com os números


O deputado Jair Montes (Avante), na sessão ordinária desta quarta-feira (30), disse que o Brasil passa por tempos extremos e estranhos, sendo necessária uma profunda reflexão por parte dos gestores, da União aos Municípios. De acordo com o parlamentar, enquanto se vê uma grande preocupação com números, a população passa por preocupantes dificuldades. 

“A Rede Globo domina, mas as redes sociais são muito fortes. O tema agora é o porteiro, a Marieli e o presidente Bolsonaro, que em vez de apaziguar joga gasolina no fogo, e isso vem se estendendo aos Estados”, alertou Jair Montes. 

Ele lembrou que recentemente o presidente do Tribunal de Contas do Estado anunciou a destinação de R$ 50 milhões, da economia feita enquanto instituição, para a construção do Heuro. 

“Mas no geral o cidadão está chorando, porque não tem dinheiro no bolso. O contribuinte não vai conseguir comprar peru neste Natal. Terá que se contentar com um franguinho. E eu tenho que ver quem está falando a verdade, em quem eu confio”, acrescentou o deputado. 

O parlamentar citou em seguida a questão da Energisa, lembrando que na próxima segunda-feira (4) haverá audiência pública em Vilhena, para ouvir a população sobre os problemas relacionados à concessionária de energia elétrica. 

“É o ser humano mais preocupado em arrecadar do que em dar atendimento digno à população. Não podemos nos acovardar, não podemos ter medo. Quando eu era vereador, tinha medo, mas como deputado estadual me sinto mais seguro. Vereador leva cascudo e tapa na orelha toda hora, mas aqui vou fiscalizar quem quer que seja, doa a quem doer. Não abro mão disso”, finalizou Jair Montes.

Texto: Nilton Salina-Decom-ALE/RO

Foto: José Hilde-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.