Lazinho da Fetagro comenta reformas feitas pelo Governo Federal este ano

por Igor_Cruz — publicado 13/12/2017 12h11, última modificação 13/12/2017 12h11
O parlamentar se mostra descontente com as decisões feitas pelo Congresso Nacional...

 

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) usou a tribuna na sessão ordinária desta quarta-feira (13), no Plenário da Casa de Leis, para realizar o último pronunciamento do ano e comentar sobre as reformas propostas pelo Governo Federal.

O parlamentar afirmou que este ano não considera ter sido uma época promissora para os trabalhadores do país. “O governo brasileiro aprovou medidas e vem tentando aprovar coisas que infelizmente vão prejudicar muito a população”.

Ele comentou sobre a PEC de congelamento de gastos e ressaltou que, pelos próximos 20 anos, coisas como o salário mínimo não terão reajustes. “Vai ter congelamento na saúde, na educação e nos salários mínimos o que significa que nos próximos 20 anos o salário do trabalhador brasileiro não irá aumentar”.

Lazinho ressaltou a reforma da previdência, que poderá ser votada ainda este ano. “Para fechar o ano eles querem votar a previdência. Sendo aprovado aí sim vamos ver os trabalhadores tendo que chegar aos seus 65 anos de idade correndo atrás de buscar um direito que há muito tempo foi conquistado e diminuído dessa forma”, destacou o parlamentar.

Segundo Lazinho, a última audiência pública sobre a reforma previdenciária teve seus resultados enviados aos deputados federais, para que eles saibam do descontentamento popular sobre o assunto. “Fizemos esse encaminhamento e esperamos que os deputados acatem a opinião dessa Casa de Leis e da população”, conclui o parlamentar.

 

ALE/RO - DECOM - Isabela Gomes
Foto: Gilmar de Jesus

registrado em: