Lazinho da Fetagro e Geraldo da Rondônia se reúnem com representantes e discutem alterações na Lei dos taxistas

por Igor_Cruz — publicado 07/11/2017 14h30, última modificação 07/11/2017 14h30
Os parlamentares procuram uma solução conjunta com a classe para melhorar a regulamentação dos taxis...

 

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) e Geraldo da Rondônia (PSC) se reuniram na manhã desta terça feira (7) com representantes de taxistas de todo o estado para discutir alterações na lei que regulamenta o serviço.

Segundo Lazinho, é importante que as devidas mudanças sejam feitas antes da próxima administração, para que não haja atrasos na melhoria da lei, deixando de prejudicar os trabalhadores. “Mudança de administração é complicado, se deixarmos para fazer depois pode ser que demore bem mais para que sejam feitas as alterações necessárias”.

O parlamentar afirmou que a melhor forma para a realização do feito é o embasamento em outros modelos, que já deram certo. Na reunião, foram apresentadas as regulamentações de estados como o Pará e o Acre, mas a classe dos taxis de Rondônia, ainda não entrou em um consenso quanto as mudanças.

O procurador do Estado, Glauber Gahyva e o parlamentar petista requereram dos presentes uma minuta completa, através do entendimento entre todos, para que então seja realizada uma análise e elaborado o Projeto de Lei para aprovação.

Segundo Glauber, é importante que a iniciativa seja estudada com calma para que não existam, futuramente, impedimentos vindos da Justiça. “É preciso que vocês analisem suas opções com calma e que observem tudo para que não haja uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin)”.

O diretor da Agência de Regularização de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia (AGERO) Marcelo Henrique de Lima afirmou que a instituição criou um Departamento de Transportes e que irá ajudar a resolver o problema da regularização. “Nós já estivemos envolvidos nessa questão da alteração com outros estados e iremos ajudar. Gostaria de saber da situação de todos os municípios”.

O parlamentar deu um prazo até março de 2018 para que sejam feitas as apurações necessárias e seja votada a lei.

 

ALE/RO - DECOM - Isabela Gomes
Foto: Ana Célia


FOTOS



registrado em: