Lazinho da Fetagro reafirma posição contrária ao projeto que prevê aumento da cota do reservatório da usina

por Igor_Cruz — publicado 11/04/2018 15h28, última modificação 11/04/2018 15h28
Deputado apontou que a hidrelétrica de Santo Antônio Energia não cumprirá acordo feito com deputados...

 

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (11) no Plenário da Assembleia, o deputado Lazinho da Fetagro (PT) reafirmou posição contrária a aprovação do Projeto de Lei Complementar nº 102/2016, de autoria do Poder Executivo, que altera dispositivos da Lei Complementar nº 633/2011, que dispõe sobre a exclusão de áreas da Estação Ecológica Estadual Serra Três Irmãos, da Área de Proteção Ambiental Rio Madeira, da Floresta Estadual de Rendimento Sustentado do Rio Vermelho C, da reserva extrativista Jacy Paraná, e destina essas áreas para formação do lago artificial da barragem da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio.

Segundo o parlamentar, não é possível acreditar que Santo Antônio Energia cumprirá o acordo de repassar R$ 30 milhões para o distrito de Jacy-Paraná e os outros R$ 51 milhões aos municípios de Rondônia, sendo R$ 1 milhão para cada.

“Quem veio aqui fazer esse acordo foi um advogado, um representante. Se amanhã ele for demitido, esse acordo não terá valor algum. Eu nunca constatei eles cumprirem nada do que já prometeram para o nosso Estado. O que vemos são famílias jogadas a própria sorte e muitos danos”, explana Lazinho.

O deputado recordou ainda que quando o projeto de instalação da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio teve início, tudo parecia ser maravilhoso, uma vez que as compensações iam resolver todas as mazelas de Rondônia. “Quero agradecer as usinas pelas maravilhas feitas no nosso Estado. Respeito o voto dos nobres pares, mas não compactuarei com a aprovação desse projeto”, finalizou.

 

ALE/RO - DECOM -  Laila Moraes 
Foto: Ronaldo Afonso

registrado em: