Maurão de Carvalho conhece projeto Cidade do Servidor, idealizado pelo Sinduscon

por Igor_Cruz — publicado 06/03/2017 13h51, última modificação 06/03/2017 13h51
Em reunião na prefeitura da capital, presidente da Assembleia conheceu detalhes do projeto...


O projeto de construção de uma ampla estrutura para abrigar mais de 8 mil unidades habitacionais, denominada Cidade do Servidor, foi apresentado ao presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), durante reunião na Prefeitura de Porto Velho, no último final de semana.

A iniciativa do Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de Rondônia (Sinduscon) prepara a implantação de um condomínio destinado aos servidores públicos federais, estaduais e municipais, numa área de aproximadamente 2 milhões de m², num espaço entre a Estrada do Santo Antônio e a BR 364, no sentido Acre.

“É um investimento muito alto, que vai oferecer, num mesmo local, a oportunidade de uma moradia digna, junto com as estruturas públicas, para os servidores públicos das três esferas. A Assembleia está de portas abertas para discutir e apoiar o projeto, dentro das nossas competências”, disse Maurão.

O vice-governador Daniel Pereira (PSB), o prefeito da capital, Hildon Chaves (PSDB), o presidente do Sinduscon, Emerson Fidel, o gerente regional da Caixa Econômica, Paulo Sérgio Almeida, a secretária de Regularização Fundiária e Habitação (Semur), Márcia Luna, e diretores do Sinduscon participaram do encontro.

“É um projeto grandioso que vai expandir uma área importante da cidade. A prefeitura está aberta para contribuir com esse empreendimento, de acordo com as nossas possibilidades”, explicou Hildon.

A previsão é de que sejam investidos R$ 2 bilhões, na construção de 6.528 apartamentos, 1.518 casas e mais 89 comércios. “Vai gerar empregos diretos e indiretos, aquecer a nossa economia na construção civil e permitir o acesso de servidores públicos a um empreendimento de qualidade, com uma estrutura adequada e um preço justo”, completou Fidel.

O projeto está na fase de adequação, liberação de licenças e autorizações e deverá ser iniciado no segundo semestre deste ano, segundo informaram diretores do Sinduscon.


 

ALE/RO - DECOM - [Eranildo Costa Luna]
Foto: Marisvaldo José



FOTOS



registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.