Plano de Manejo é avanço para desenvolvimento do Estado

por Igor_Cruz — publicado 30/06/2015 20h20, última modificação 30/06/2015 20h20
Deputado Alex Redano diz que assentados brigam por terra de produtores...

 

O deputado Alex Redano (SD), na sessão ordinária desta terça-feira (30) na Assembleia Legislativa, disse que a comissão temporária formada por ele e pelos deputados Jesuíno Boabaid (PTdoB) e Ezequiel Júnior (PSDC), para intermediar o conflito agrário em Machadinho do Oeste, foi hostilizada por invasores de terra.

De acordo com o parlamentar, graças à presença de policiais militares à paisana, a integridade física dos deputados não foi violada durante a visita. Segundo Redano, diante da situação de risco, a comissão precisou se retirar das terras em conflito.

“Eles perderam uma grande oportunidade se posicionar, afinal, fomos lá para ouvi-los, mas eles não quiseram conversa”, declarou Alex Redano, que informou, ainda, que os assentados brigam por terras de produtores que há anos preparam seus pastos, cuidam de seus lotes, tornando-os produtivas.

Em aparte, o deputado Ezequiel Júnior, presidente da comissão que visitou Machadinho do Oeste, disse que a justiça foi feita, pois, segundo ele, nesta terça-feira, após determinação de reintegração de posse, os invasores foram retirados das terras dos trabalhadores rurais.

 

Audiência pública

Alex Redano também destacou a audiência pública realizada na tarde de segunda-feira (29) para discutir a cobrança de insumos de hemocomponentes e hemoderivados da Fundação de Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron).

O parlamentar disse que após a reunião, os deputados concluíram que os hospitais particulares, que pagam os insumos, acabam repassando esses custos das bolsas de sangue para os próprios pacientes. Diante da constatação, Redano disse que os deputados decidiram apresentar indicação ao governo do Estado solicitando a suspensão da cobrança de insumos.

 

Madeireiros

Alex Redano também destacou os resultados após reunião realizada através de requerimento de sua autoria. O deputado informou que durante a reunião para discutir o setor produtivo madeireiro do Estado, ficou comprovado que a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) não tem condições de liberar todos os planos de manejo com vistoria prévia.

O parlamentar explicou que o entrave nas liberações estava prejudicando a vida dos madeireiros, gerando desemprego, crise econômica e aumentando a violência. “Sem o plano de manejo não tinha como eles trabalharem e assim tinham que mandar seus empregados embora, gerando esse ciclo”, explicou.

Porém, o deputado explicou que, após reunião entre a Sedam e uma comissão provisória formada por deputados, madeireiros e engenheiros florestais, na manhã desta terça-feira, a Sedam decidiu autorizar todas as liberações de plano de manejo sem vistoria técnica prévia.

“Um grande avanço para o nosso Estado. Mas as fiscalizações serão mantidas, no entanto, com as madeireiras trabalhando e cada uma se responsabilizando pelo cumprimento da legalidade exigida e que é de conhecimento de madeireiros e engenheiros”, concluiu Redano.

 

Apartes

Cleiton Roque (PSB) parabenizou Alex Redano pela iniciativa em propor reunião para tratar de assunto de interesse do setor produtivo madeireiro e elogiou a postura do secretário da Sedam, coronel Wilson Salles. “Sabemos a pressão que esse setor sofre e também consideramos um grande avanço a conquista da liberação dos planos de manejo”, disse o deputado.

O deputado Laerte Gomes (PEN) também destacou a atuação de Alex Redano em seu primeiro mandato como deputado estadual e disse considerar que a situação dos madeireiros foi resolvida da melhor forma possível.

O deputado Lebrão (PTN) disse que Redano vem desenvolvendo um excelente mandato à frente do parlamento e parabenizou sua participação na conquista em prol dos madeireiros de Rondônia. Segundo Lebrão, a classe é responsável pelos primeiros passos no desenvolvimento do Estado e pela abertura das primeiras estradas vicinais da região.

 

ALE/RO - DECOM - [Juliana Martins]

Foto: José Hilde

registrado em: