Presidente Laerte Gomes garante R$ 300 mil para Associação dos Piscicultores de Nova Brasilândia

por Ana Carolina Custódio publicado 27/08/2020 13h14, última modificação 27/08/2020 13h14
Recurso está liberado e vai assegurar a construção de uma agroindústria, para agregar valor ao pescado

A Associação dos Piscicultores de Nova Brasilândia do Oeste (Asspinob) teve assegurada uma emenda do presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), no valor de R$ 300 mil, para a construção de uma agroindústria que irá agregar valor ao pescado, gerando mais renda aos produtores de peixe da região.

A garantia foi dada por Laerte, durante encontro nesta semana com o presidente da Associação Valdecir Cecatte e diretores da entidade. "Fiz questão de vir aqui a Nova Brasilândia para trazer essa boa notícia: que o recurso esá liberado, devendo em seguida ser empenhado para seguir o processo e a obra poder ser iniciada, beneficiando aos produtores de peixe do município com uma agroindústria, que vai permitir o beneficiamento do pescado, gerando mais renda aos piscicultores", destacou Laerte.

O presidente entregou o documento a Valdecir Cecatte que confirma a destinação do recurso. "Com uma agroindústria de pescado, vamos poder trabalhar o peixe e vender por um preço melhor, aumentando o nosso lucro. Hoje, vendemos o peixe inteiro, mas poderemos ter outras opções de venda do pescado", declarou Valdecir.
"Esse é o nosso trabalho: buscar assegurar benefícios para os nossos produtores rurais. É se a roça vai bem, a cidade também vai bem e todos saem ganhando", finalizou Laerte.

Linha 114

Laerte Gomes esteve na residência do senhor José Bispo, na linha 114, em Nova Brasilândia, que recebeu melhorias após o parlamentar destinar R$ 98 mil em emenda, no ano passado, atendendo ao pedido do vereador Reginaldo Gama (PR) e do ex-prefeito Silas Borges.
"Com o recurso, foi feita toda a recuperação do trecho entre a Linha 114 e a Linha 118, no Km 4,5, além da substituição de pontes de madeira por tubos armcos, beneficiando vários produtores rurais dessa região, que sofriam com as más condições da estrada", completou Laerte.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Assessoria