Projeto de Lei de Jhony Paixão solicita testes de covid-19 para todos os profissionais da Educação

por Laila Luana Costa Moraes publicado 27/07/2020 17h17, última modificação 27/07/2020 17h17
Deputado defende que os testes devem ser realizados antes de retornarem às atividades nas escolas

O deputado Cabo Jhony Paixão (Republicanos) vai apresentar na Assembleia Legislativa, para a apreciação dos demais deputados, o Projeto de Lei que assegura aos professores e funcionários de instituição de ensino público e privado, no âmbito do Estado de Rondônia, a realização de teste para o diagnóstico da Covid-19.

O projeto que tem a intenção de garantir a segurança da saúde dos profissionais, já que expectativa de retorno das aulas presenciais em todo o Estado poderá acontecer no mês de agosto. No texto apresentado no PL, as despesas decorrentes da ação serão por conta de dotação orçamentária, suplementadas, se necessárias. “Com os testes serão evitados possíveis contágios dos profissionais aos alunos, pois é uma forma de assegurar que as equipes de cada escola de nosso Estado estejam prontas para o retorno das atividades”, explicou o parlamentar.

Outras medidas

As aulas em toda rede pública e privada estão suspensas no Estado desde o mês de março, ou seja, há mais de 120 dias. O deputado Jhony Paixão, que tem a educação como uma de suas principais bandeiras, também acompanha e apoia as ações do Governo do Estado para garantir a segurança da saúde de profissionais e alunos. “O governador Marcos Rocha é bem preocupado com a saúde de todos, tanto que medidas serão tomadas para que no ambiente escolar, esteja dentro da medida do possível, preparado para receber a comunidade”, completou.

O governo vai disponibilizar para cada aluno quatro máscaras de tecido. Já para os profissionais da escola, serão duas máscaras de tecido e um face shield. Cada escola possuirá em seu patrimônio quatro medidores de temperatura. Os alunos ou profissionais que apresentarem quadro febril serão mandados para casa até a plena recuperação. Já cada escola ficará responsável pela disponibilização de sabonete líquido, álcool líquido e em gel 70%, dispensers para sabonete líquido e álcool em gel, suporte com papel toalha, lixeira com tampa com acionamento por pedal e tapetes com solução higienizadora.

Texto e foto: Assessoria