Redano relata possível greve de servidores da saúde

por Igor_Cruz — publicado 17/05/2016 19h01, última modificação 17/05/2016 19h01
O parlamentar afirmou que o Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS) da categoria foi prometido pelo governador Confúcio Moura (PMDB), mas foi retirado da pauta e não mais substituído por outro...

 

O deputado Alex Redano (PRB) alertou hoje (17), durante sua fala na sessão ordinária da Assembleia legislativa, uma possível greve dos servidores da área de saúde, especificamente os técnicos em enfermagem e enfermeiros.

O parlamentar afirmou que o Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS) da categoria foi prometido pelo governador Confúcio Moura (PMDB), mas foi retirado da pauta e não mais substituído por outro. “Desta forma não há valorização da saúde”, afirmou.

Portanto, disse Redano, “alerto ao senhor governador que se não houver diálogo com a categoria até a próxima segunda-feira, os profissionais da enfermagem irão parar”.

Redano afirmou que melhorar a saúde é respeitar os profissionais da área. “Já se fala na realização de um novo concurso para técnicos e enfermeiros, mas há um concurso vencendo com 400 aprovados que não foram chamados”, afirmou.

Dentro de um hospital, se pararem os técnicos em enfermagem e os enfermeiros, a saúde para, afirmou Alex Redano. “Se não houver diálogo haverá greve”, alertou.

Finalizou dizendo que irá apresentar Projeto de Lei (PL) e ao qual pediu apoio dos demais deputados, que visa à valorização aos profissionais da educação. Trata-se do projeto Alunos e Professores Nota 10. Para ele, esta é “uma forma de valorizar e incentivar os educadores e alunos dedicados, em relação a notas e assiduidade”, concluiu Redano.

 

ALE/RO - DECOM - [Geovani Berno]

Foto: José Hilde

registrado em: