Redução de ICMS sobre adubos e fertilizantes no Mato Grosso beneficia produtores de Rondônia

por Igor_Cruz — publicado 19/05/2016 16h05, última modificação 19/05/2016 19h52
Maurão recebeu pedido para apoiar a aprovação de Projeto de Lei na Assembleia do Estado vizinho...

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), recebeu o pedido do secretário Estadual de Agricultura, Evandro Padovani, para que intermediasse junto ao presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, Guilherme Maluf (PSDB), pedido a aprovação de Projeto de Lei que reduz a tributação sobre adubos e fertilizantes.

A ideia é que, com a aprovação da matéria, os impostos sobre os insumos produzidos no Estado vizinho sejam reduzidos, permitindo que produtores de Rondônia adquiriram os produtos a um custo menor. Os deputados estaduais Laerte Gomes (PSDB) e Adelino Follador (DEM) também participaram do encontro.

“O Projeto de Lei em tramitação na Assembleia mato-grossense, dispõe sobre a tributação do ICMS nas saídas interestaduais, de fertilizantes e adubos de produção própria. Com isso, o produtor de Rondônia não precisa pagar frete caro na compra de produtos no Sul do país, pois adquire o produto no Estado vizinho”, explicou Padovani.

Maurão recebeu uma cópia do projeto de lei e avaliou como positiva a sua efetivação. “Vou acionar, por telefone, ao presidente Guilherme Maluf, para mostrar a ele a necessidade de aprovação, beneficiando os empresários do Mato Grosso e os produtores de Rondônia”, disse o deputado.

Rondônia importa 160 mil toneladas de insumos por ano, comprados no Paraná e Rio Grande do Sul. Padovani avaliou que com a redução da alíquota, o custo da tonelada vai ser reduzido em U$S 32,00 (cerca de R$ 120,00), sem contar a diminuição dos custos de logística com o transporte.

 

ALE/RO - DECOM - [Wagna Vieira e Eranildo Costa Luna]

Foto: Marisvaldo José

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.