Situação da segurança de Governador Jorge Teixeira discutida na Comissão de Segurança

por Igor_Cruz — publicado 28/11/2017 10h59, última modificação 28/11/2017 10h59
A Comissão deu espaço para autoridades do município falarem dos problemas com a segurança pública...

 


A Comissão de Segurança Pública (CSP), presidida pelo deputado Jesuíno Boabaid (PMN) se reuniu no plenário da Casa de Leis na manhã desta terça feira (28) para discutir com as autoridades competentes a situação do município Governador Jorge Teixeira, que segundo informações, sofre com o aumento da criminalidade.

O vereador Wilson Coelho (DEM) afirmou que a onda de violência só aumenta e que preocupa os habitantes, que são, em sua grande parte, produtores rurais. “Anda muito perigoso. Na última semana houve dois atentados e é um município pequeno”.

Ele ressaltou que Jorge Teixeira não possui nem caixa do Banco do Brasil, que foram retirados pela instituição.

O vereador Jurandir dos Santos (PDT) reafirmou as palavras do colega e ressaltou que uma das dificuldades da população é a falta de delegacias perto. “Normalmente para prestar queixa as pessoas tem que se deslocar com certa dificuldade para chegar na delegacia, que não é perto do município”.

A vereadora Eranides Pereira de Santana (PT) disse que a Câmara Municipal tem tentado soluções para os ocorridos, mas que não há muito o que eles podem fazer. “Viemos pedir a ajuda de vocês. Temos tentado arranjar soluções, mas até agora não conseguimos nada”.

O Coronel José Hélio Cysneiros Pachá, representante do Comando Geral da PM de Rondônia afirmou que, apesar do grande número de reclamações não há tantos registros e a Polícia Militar não pode fazer muito nesses casos.

Sobre os caixas eletrônicos, ele afirmou que essa decisão veio após alguns ocorridos no Estado do Mato Grosso. “Houve muitos estouros. A polícia de lá conseguiu lidar, mas as gangues vieram para Rondônia e a instituição decidiu tirar os caixas”.

Quanto ao efetivo no município, o coronel afirmou que há treze policiais na localidade, tendo um a mais do que é indicado em documentos. “Nós temos 13 policiais lá. Muitas vezes as pessoas não vão à delegacia e, nesses casos, não podemos fazer muito”.

O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) exaltou a importância de a população registrar as ocorrências sempre que possível e afirmou que a idéia de uma Audiência Pública na Câmara dos Vereadores de Jorge Teixeira é uma forma prática de discutir a questão com a população e todas as autoridades.

“Tem que se resolver os problemas de delegacia e de efetivo do Estado que todos já sabemos que está com falta de pessoal. Fazer uma Audiência na localidade para discutir essa questão é extremamente importante”.

O deputado Hermínio Coelho (PDT) ressaltou que, ao realizar audiência, as autoridades devem ser convocadas, como o secretário de segurança do Estado e o Comando Geral. “Temos que falar também da questão da Policia Civil que não tem e discutir com todos, não só com o legislativo estadual”.

 

ALE/RO - DECOM - Isabela Gomes
Foto: Ana Célia


FOTOS

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.